domingo, 7 de abril de 2013

Por que ser au pair?

A minha alternativa para ser au pair, foi juntar a fome com a vontade de comer: eu queria um intercâmbio barato, que tivesse duração de um ano e que eu pudesse trabalhar e estudar. Foi ai que o intercâmbio como au pair caiu como uma luva pra mim. Sempre adorei crianças, morar na casa de uma família seria o ideal, porque reduziria mais ainda os gastos, absorver o idioma e a cultura seria mais fácil tendo contato direto com os nativos.

Conheci esta forma de intercâmbio quando eu tinha 18 anos e já estava doida pra fazer um intercâmbio. Sempre cogitei ir pra Alemanha, pois sempre tive interesse na língua, cultura e história alemã, até EUA (a louca querendo virar escrava em terras do Tio Sam) eu cogitei, mas eu não tinha sequer começado a faculdade, apenas trabalhava, morava na casa da minha avó nesta época, só tinha o inglês (que não era muito bom) como língua estrangeira e não tinha grana suficiente pra fazer o intercâmbio. Então, sensata que sou, resolvi colocar os planos para o escanteio e esperar uma outra oportunidade para fazê-lo.

E assim a vida deu muitas voltas, fui ser independente, entrei na faculdade, resolvi mudar de curso, melhorei o inglês, iniciei o alemão, fiquei de saco cheio de muitas coisas da vida, enfim, resolvi que era hora de pôr aquele plano de intercâmbio em prática. E em agosto de 2011 resolvi que em 2012 eu faria o intercâmbio (eu esperei completar pelo menos 1 ano de conhecimento na língua alemã, e eu recomendo isso a todos que querem ir pra Alemanha).

E cá estou eu, há 8 meses em terras germânicas.

Mas então, sua linda, você falou, falou e não falou nada!

Pois é, essa foi a minha experiência, essas foram as minhas razões, mas agora vamos ao que interessa:

- O que é au pair?
- Por que ser au pair?
- Quais são os direitos e deveres de um(a) au pair?
- Quem pode ser au pair na Alemanha?
- Por quanto tempo é possível ser au pair na Alemanha?
- E quanto a Gastfamilie?


O au pair é uma palavra francesa que significa 'ao par', que parte do princípio da reciprocidade, um intercâmbio onde todos saem ganhando.

O objetivo do intercâmbio vai de cada um, mas o básico é aprender a língua e cultura do país escolhido.

O(A) au pair tem o direito a receber no mínimo 260€ mensais, direito a acesso às aulas de alemão (atenção: não é dever da Gastfamilie custear o curso, mas isso pode ser acordado as regras foram mudas a partir de 1º de julho de 2013, click no link para mais informações), comida e hospedagem gratuita (o(a) au pair tem direito a um quarto individual), além de integração da cultura local. É direito do(a) au pair um seguro-saúde (em caso de gravidez e parto, doença e acidentes) pago pela Gastfamilie, uma vez que esta é uma relação de trabalho. Também é garantido o(a) au pair o direito de trabalhar no máximo 30 horas semanais (6 horas/dia, incluindo Babysitting), caso seja necessário que o(a) au pair trabalhe mais que 30 horas/semana ou 6 horas/dia, a Gastfamilie deve comunicar previamente e recompensar o(a) au pair, seja pagando hora extra ou dando horas ou dias de folga, além disso, é garantido à(ao) au pair pelo menos um dia de descanso semanal (não necessariamente no fim de semana, mas o(a) au pair deve ter ao menos um domingo livre por mês) e quatro noites livres. O(A) au pair tem direito a quatro semanas de férias pagas (com menos de um ano de atividade: 2 dias por mês completo). 

Em troca, o(a) au pair deverá cuidar, supervisionar  e entreter da(s)/a(s) criança(s) da família, realizar leves tarefas domésticas, como manter o ambiente limpo e em ordem (arrumar o próprio quarto não faz parte do horário de trabalho), lavar e passar roupas e cozinhar. Além de guardar a casa e cuidar dos animais de estimação. Outras atribuições deve ser acordado entre ambas as partes através do contrato. Cuidados de idosos e outros integrantes da família, que não sejam menos de 18 anos, não é obrigação da(o) au pair.

Para ser au pair na Alemanha, a pessoa deve ter de 18 a 24*anos, não tem distinção de sexo, a não ser que a família tenha alguma preferência em homem ou mulher, deve-se ter conhecimento básico na língua (A1), gostar de criança, ter paciência, estar disposto a imergir numa nova cultura e língua, com uma outra família e realizar leves tarefas domésticas.

A Gastfamilie deve ter ao menos um integrante adulto de nacionalidade alemã  ou de um país da União Européia, e o(a) au pair não pode ter parentesco com a Gastfamilie. A língua alemã deve ser a língua materna da GF, conforme as novas resoluções - click aqui para saber mais.

Só é possível trabalhar na Alemanha como au pair uma única vez, sendo o período mínimo de 6 e o máximo de 12 meses (atenção: caso você tenha decido ficar apenas 6 meses, tenha em mente que o visto não poderá ser estendido).


Se você, após procurar informações sobre ser au pair, procurar informações sobre o país, sobre a cultura, sobre a língua, clima, comida, o dia-a-dia e etc, deste país, ainda se identificar  com ele, você está "preparado(a)" para ser au pair.

E aí, já está "preparado(a)"?


*Conforme Bundesministerium für Arbeit und Soziales, a partir do dia 1º de julho de 2013 a regra relacionada a idade mudará, a idade limite de 24 anos passará para 27.

Fontes: site Representações da República Federal da Alemanha no Brasil e  site Bundesagentur für Arbeit (link 1 e link 2).

P.s.: o post foi editado e complementado. :)
P.s.2: o post foi novamente editado e complementado. (09/07/2013) :)