quarta-feira, 21 de setembro de 2016

FAQ sobre o visto de Au-Pair

A embaixada alemã no Brasil disponibiliza um FAQ sobre vistos em geral. Selecionei aqui as informações que se encaixam para o processo de visto para ser Au-pair. As informações que estiverem entre [], são comentários meus baseados em informações da própria embaixada.


"Como fico sabendo que posso retirar o meu visto?
Assim que o visto pode ser emitido, você será informado pela representação alemã competente - geralmente por e-mail. Por favor, controle a caixa postal do seu e-mail regularmente.


Quanto tempo demora a emissão do visto?
Antes da emissão de vistos nacionais (permanência de mais de três meses), geralmente o Departamento de Estrangeiros ou o Departamento de Trabalho na Alemanha precisam analisar o requerimento de visto e aprovar a emissão. A representação alemã não tem influência sobre o tempo de tramitação nos Departamentos de Estrangeiros e de Trabalho. Entretanto, pela nossa experiência é necessário prever um tempo de tramitação de, pelo menos, 3 a 12 semanas [Conforme o folheto informativo da embaixada da Alemanha, o tempo de tramitação gira em torno de 6 semanas.].
Assim que recebermos a decisão do Departamento de Estrangeiros, você será imediatamente informado. Por isso, pedimos expressamente que não nos contate somente para perguntar sobre o andamento do seu processo. (...)


Preciso solicitar o visto pessoalmente ou posso incumbir outra pessoa da tarefa? Existiria a possibilidade de enviar o requerimento de visto e a documentação por correio à representação alemã competente?
Normalmente é necessário dar entrada no requerimento de visto pessoalmente. (…)


Solicitei um visto de um ano para minha permanência etc. Recebi um visto com uma validade de três meses. Agora estou na Alemanha com esse visto e gostaria de saber onde posso pedir a prorrogação.
Independentemente do tempo que você pretende ficar na Alemanha, em geral, a representação alemã inicialmente só emite um visto de três meses. [Conforme o folheto informativo da embaixada da Alemanha, "para Au-Pairs, a representação alemã emite o chamado visto nacional com validade de seis meses. Dentro do prazo indicado no adesivo do visto, você pode viajar para a Alemanha (é possível passar em trânsito pelos Estados de Schengen) e precisa se cadastrar no Departamento de Estrangeiros competente para o seu novo local de residência imediatamente após entrar no país. É lá que você receberá sua autorização de residência.]. Recomendamos que você entre em contato com o Departamento de Estrangeiros do seu local de residência logo após a chegada na Alemanha. Este emitirá, então, uma autorização de residência mais longa.


Solicitei o visto há algum tempo e já comprei a passagem aérea para a Alemanha. Agora estou preocupado em saber se o visto sairá a tempo, porque perderei o voo se eu não puder viajar no dia previsto e terei que gastar muito dinheiro com uma passagem nova. Neste caso, não haveria algum jeito de agilizar a emissão do visto?
Infelizmente não. O tempo de tramitação depende da aprovação dos Departamentos de Estrangeiros e de Trabalho na Alemanha. A representação alemã não tem influência sobre o tempo de tramitação nestes departamentos. Dado que no ato do requerimento não é possível prever se ou quando o visto poderá ser emitido, de forma alguma você deverá comprar uma passagem aérea antes de receber o visto.


Após solicitar o visto, meu passaporte fica guardado na representação alemã até o visto ser emitido?
O passaporte só ficará guardado na representação caso você solicite o envio por SEDEX após a emissão do visto. Caso contrário, você poderá levar seu passaporte após dar entrada no requerimento do visto, mas precisará reapresentá-lo sem falta após ser notificado que o visto pode ser emitido.


Preciso retirar o visto pessoalmente?
Não, você pode solicitar que o seu passaporte com o visto seja enviado por SEDEX assim que o visto for emitido.


O que preciso considerar depois de ter recebido o visto?
Você precisa se apresentar ao Departamento de Estrangeiros nos primeiros 3 meses para solicitar a emissão da permissão de permanência para o período completo da sua permanência.
O visto não é uma garantia que assegura a sua entrada na Alemanha. A decisão final é tomada pelo agente de fiscalização de fronteira no momento do controle de entrada no país. Trata-se de um procedimento padrão.


A viagem mais barata até a Alemanha não é um voo direto. Posso viajar para outros Estados Schengen com meu visto de longa duração / minha permissão de permanência?
Sim, durante a validade do visto, você também pode viajar para outros países do Espaço Schengen.


Como e onde posso contratar um seguro-saúde de viagem para a Alemanha ou para os Estados Schengen?
Seguradoras brasileiras ou agências de viagem podem fornecer tais informações [Sim, para fazer o trânsito Brasil-Alemanha, é necessário fazer um seguro-saúde de viagem, que é responsabilidade do(a) Au-Pair. O seguro-saúde de Au-Pair, que é o seguro que você terá a partir do momento que estiver na Alemanha, é responsabilidade da família].


Também posso contratar um seguro-saúde de viagem ao entrar na Alemanha no aeroporto de Frankfurt?
Não, não existe essa possibilidade.


Já estou na Alemanha com um visto nacional / uma autorização de residência e tenho dúvidas sobre a situação jurídica da minha permanência na Alemanha – a representação alemã no Brasil é a instituição adequada para dirimir essas dúvidas?
Não, caso você já esteja na Alemanha, dirija-se ao Departamento de Estrangeiros no seu local de residência."



Fonte: Http://www.brasil.diplo.de/Vertretung/brasilien/pt/KonsularserviceNeu__pt/04ReisennachDeutschalandundVisa/FAQs_20Visa__pt.html e http://www.brasil.diplo.de/contentblob/4118576/Daten/6720784/Merkblatt_Aupair_Visumpt.pdf

quinta-feira, 19 de novembro de 2015

Troca de família - parte I

Hoje eu vim falar sobre o processo da troca de família. A troca de família é um processo mais comum do que se imagina no auperianato, pois quando a gente conversa com a família por e-mail/Skype, a impressão é uma, na hora que chegamos e vemos a realidade, a gente vê que é outra coisa. Achar uma boa família é igual loteria, tem vez que você acerta, tem vez que não, e a gente só sabe se acertou, quando chega lá.

O primeiro passo para a troca de família é reativar seu perfil nos sites de busca de famílias. 

Reavitar os perfis? Não seria primeiro comunicar a família que você está saindo? Bom, de acordo com o contrato de Au Pair da convenção européia, você deve dar um aviso prévio de duas semanas para a família, antes de deixá-los, mas você acredita que conseguirá achar uma ótima família em apenas duas semanas? Pois afinal, após a primeira experiência, você vai querer achar uma família perfeita, não é mesmo?! Por isso eu recomendo primeiro achar uma nova família, para depois você conversar com a atual, principalmente porque após a conversa, o clima não vai ficar muito bom entre vocês.

Quando eu decidi trocar de família, e comecei a procurar por novas famílias, estabeleci quatro critérios:

  1. Cidade "grande"
  2. Até 2 crianças
  3. Não aceitar pais (pai ou mãe) solteiros
  4. A família deve pagar o curso de alemão e o transporte público

Por que esses critérios? Simples...
  1. Cidades pequenas, vilas ou Dörfer não têm muitas opções de entretenimento, você dependerá muito de ônibus, trens ou carro para ir às cidades grandes mais próximas e é uma bosta, ainda mais quando você está voltando de uma balada às 3 da manhã e tem que esperar até às 5, quando o primeiro trem parte;
  2. 3 crianças, muita responsabilidade, muito trabalho, muita paciência, muita energia;
  3. A questão de aceitar pais solteiros, é praticamente as mesmas razões de cuidar de 3 crianças: muita responsabilidade, muito trabalho, muita paciência e muita energia, você não quer ser au pãe (pai e/ou mãe), certo?! Certo! E a louca aqui foi au pair de três crianças com uma mãe solteira, é mole?!
  4. O curso, sim, o curso... o salário de au pair é muito pouco para a(o) Au Pair bancar, mesmo que você faça na Volkshochschule, o curso ainda sai caro pra Au Poor Pair, acredite, o melhor é que a família banque integralmente, ou pelo menos parcialmente (ou seja mais do que a contribuição dos 50 euros), e claro, o transporte para o curso, ou um meio para que você possa deslocar até o mesmo, eu por exemplo, tinho uma bicicleta só pra mim.
Depois de encontrado uma nova família, conversado bastante com a nova família, talvez até encontrado, já que a troca de família te possibilita isso, você faz um novo contrato com a nova família. A família deverá providenciar um novo seguro saúde. Após tudo resolvido, chegou a hora de avisar a atual, e então começa a contar as duas semanas de aviso prévio (não se esqueça de comunicar a nova família que você deverá cumprir este período de duas semanas antes de mudar).


A parte de conversar com a atual família e comunicar que você está trocando, é uma parte muito difícil e delicada, tem família louca que se revolta e decide fazer o inferno da vida do(a) Au Pair, ou até mesmo chega a expulsar o(a) Au Pair de casa, mas tem também família tranquila, que encara a decisão do(a) Au Pair com maturidade.

Só que antes de tudo, de resolver mudar de família, eu sou a favor do diálogo, se tem algo incomodando, eles não estão cumprindo o que foi acordado no contrato, chame a família para uma conversa, deixem eles saberem que você está insatisfeita, não tome decisões precipitadas antes de tentar resolver os impasses, seja direto(a), principalmente porque os alemães são diretos, não faça rodeios e vá direto no X da questão e exponha o que tá rolando. Se após o diálogo, nada for resolvido, aí sim é hora de buscar uma outra família.

Bom, vou parando por aqui. No próximo post falarei da parte burocrática da "troca de família".

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Malas: o que levar?

É... chegou o último passo de todo o processo preparativo do intercâmbio: as malas!

Como a maioria das roupas que eu levei, eu utilizava no dia-a-dia, a mala, claro, foi a última coisa a ser feita!

Levei uma mala grande (32 kg) e uma mochila como bagagem de mão.

Na mochila/bagagem de mão levei todos os meus documentos (passaporte, PID, cartão de vacina, uma cópia do meu contrato, da minha carta convite, do meu seguro-saúde e da reserva da passagem de volta), dinheiro em espécie (400€ para passar o primeiro mês e para casos de emergência) e cartão pré-pago Visa Travel Money (100€ para emergência e também ter uma forma de enviarem dinheiro do Brasil) meu notebook, meu celular, produtos de higiene básico para usar durante a viagem e uma muda de roupa (caso eu tivesse a infelicidade de ter a mala extraviada).

E na mala todo o resto: roupas, tênis, sapato, sandália, Havaianas, pijamas, calcinhas, meias, sutiãs, bikini, meus brincos, presentes, uma caixa de paçoquinha, dois preparos para pão-de-queijo, um pacote de chá mate, etc.

Quanto às roupas de frio: todos me disseram para não levar, que as roupas de frio do Brasil não serviriam para o frio europeu, etc, etc, etc... Se arrependimento matasse...

Gente, Europa não é só inverno não, existem as outras estações e sinceramente, as roupas de frio brasileiras vão muito bem durante o outono, primavera e até mesmo no inverno. No inverno usamos roupas em camadas, então aquele casaquinho vai sim ser usado, pois estará debaixo do casaco de frio pesado que usará quando sair de casa (dentro dos lugares terão aquecedores, portanto, você não passará o tempo todo de casaco pesado e vai precisar do moletom, do cardigã, und so weiter).

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Presentes para a Gastfamilie: dar ou não dar? Eis a questão!

Muitos se perguntam: e aí, devo ou não devo dar presente para uma família que irá me hospedar por um ano?

Presentear não é uma tarefa fácil, já é bem difícil fazê-lo quando conhecemos quem presentearemos, quanto mais presentear pessoas que não conhecemos.


Não existe obrigação do(a) Au-Pair de levar presentes para a família, assim como não existe obrigação da família receber o(a) Au-Pair com presentes, cabe ai a vontade de cada um(a).

Eu, particularmente, levei para a primeira família que fiquei. Presenteei todos da família: mãe, pai e 3 filhos (2 meninos e 1 menina). Gastei umas boas dilmas uma grana com os presentes, queria demonstrar gratidão por me hospedarem e também levar um pouco do Brasil para eles.

Valeu a pena? Quer saber bem a verdade? Não!
Não? Por quê? Porque não deu certo com a família, fiquei pouco mais de 3 meses com eles, e troquei de família. Gastei dinheiro, gastei tempo e criatividade por um "relacionamento" que não deu certo.

Para a segunda família, principalmente por ser troca, eu não levei nada apenas o pacote de preparo de pão de queijo que tinha levado para a primeira e tomei de volta, rsrsrsrs. Porém, presenteei-os na despedida, o que acho ser mais sensato.

Enfim... acho que fica a critério de cada um(a) o que fazer, o que eu aconselho é levar lembrancinhas baratinhas caso decida dar alguma coisa, como por exemplo, imã de geladeira, caneca de sua cidade, seu estado ou com a temática do Brasil.

Uma excelente e gratuita opção é levar kit turismo promocional que cidades, estados e até o governo federal possuem (o famoso Kit Embratur), eu mesma levei o kit de MG. O blog Eu Au Pair pesquisou os e-mails das secretarias de turismo de todos os estados brasileiros (quer saber os contatos e ver imagem dos kits? Dê uma passadinha no blog Eu Au Pair).

Para conseguir o kit, basta mandar um e-mail com o seu nome completo, endereço completo, telefone de contato, país de destino (muitos kits possuem informações em outros idiomas que não o inglês, o CD-ROM de Minas, por exemplo, tinha em alemão), data de embarque e aguarde a resposta para maiores informações.




domingo, 7 de setembro de 2014

Vacina: é necessário?

Não! Não é necessário tomar nenhuma vacina para viajar para a Alemanha, vidsite do German National Tourist Board.

Mas, entretanto, contudo, todavia, não se trata do intercâmbio e sim de sua saúde, então, eu acho super válido estar com o calendário de vacinação em dia.

Caso você queira colocar suas vacinas em dia, lembre-se que algumas possuem mais de uma dose, esteja atento a este detalhe.




segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Passagem aérea

Depois de obter uma resposta positiva na entrevista, se quiser você pode comprar suas passagens. Maaaaaas lembre-se: você só poderá embarcar e ser Au pair na Alemanha se o visto for concedido ainda no Brasil! A embaixada e/ou o consulado da Alemanha no Brasil não tem como adiantar o visto, pois a concessão e a tramitação do visto depende da aprovação dos Departamentos de Estrangeiros e de Trabalho na cidade que em você irá morar na Alemanha. Então, cabe a você decidir: comprar antes ou depois do visto chegar?

Pois é, eu comprei antes! Resolvi arriscar, pois quanto mais perto da data de embarque, mais caro a passagem fica. O preço da passagem estava bom e paguei em 2012 menos de R$2500,00.

A minha passagem comprei pela TAM, ida e volta, mesmo a passagem de volta dando menos que um ano, pois achei melhor comprar e apresentar na imigração as duas passagens, do que ter algum probleminha, certo?! Mas já obtive informações que não é necessário comprar a volta.

O que me fez escolher a TAM, além do preço, foram os pontos, pude aproveitar os pontos da TAM Fidelidade e viajar aqui no Brasil, por ser vôo direto (na verdade rola primeiro uma conexão em Guarulhos e de Guarulhos direto para Frankfurt) e por ouvir bons feedbacks sobre a companhia. Porém tive a oportunidade de viajar pela Lufthansa em julho e confesso que o serviço de bordo é muito melhor do que o da TAM.

Para achar passagens com bons preços, entre no site decolar.com, após verificar a companhia com o menor preço, faça a reserva diretamente do site da companhia. Caso você faça a reserva pelo site da Decolar, será cobrado uma comissão pelo serviço de reserva, o que não ocorre se a compra for realizada pelo site da companhia.

E aí, por qual companhia você foi/vai viajar?

segunda-feira, 7 de julho de 2014

Entrevista para o visto

Caso você não possua o Certificado „Start Deutsch 1“ do Instituto Goethe, será realizado uma entrevista em alemão, para averiguar o seu nível de proficiência em alemão.

Serão feitas perguntas sobre o requerente (nome, onde mora, onde nasceu, se estuda, se trabalha, com quem mora, sobre sua família, o que gosta de fazer no tempo livre, o que pretende fazer na Alemanha, etc.), sobre a família-anfitriã (quantas pessoas, quantas crianças, idade delas, profissão dos anfitriões, idade deles, aonde moram, como vocês se conheceram, etc.) e perguntas pertinentes a sobrevivência e segurança (se quiser comer, aonde ir; se quiser mandar carta, aonde ir; se algo estiver pegando fogo, o que fazer; se as crianças ou você adoecer, o que fazer, etc.).

Para treinar as perguntas, recorri a comunidade Au Pair in Deutschland, no Orkut ou no Facebook. Essa comunidade me ajudou bastante durante todo o processo de intercâmbio como au pair.



Segue a seguir as perguntas possíveis de serem feitas na entrevista:
Estou colocando as respostas completas, o que estiver entre () pode ou não ser dito. Entre [] é comentário.

1. Wie heißen Sie? / Wie ist Ihr Vorname? / Wie ist Ihr Familienname/Nachname?
Ich heiße... / Mein Vorname ist... / Mein Familienname/Nachname ist...

2. Können Sie mir bitte Ihren Vornamen und Namen buchstabieren?
Ja/Natürlich, [e seu nome soletrado, em alemão, lógico, rs].

3. Wie ist Ihr Familienstand?
Ich bin ledig [solteiro(a)]/verheiratet [casado(a)]. ATENÇÃO: vale lembrar que para ser Au-Pair é necessário ser solteiro(a).

4. Wie alt sind Sie?
Ich bin ... [e sua idade] (Jahre alt).

5. Wann haben Sie Geburtstag? / Wann sind Sie geboren?
(Mein Geburtstag ist) am... [dia em número ordinal, mês e ano]. / (Ich bin) am... [dia em número ordinal, mês e ano] (geboren).

6. Was ist Ihr Geburtsort? / Wo sind Sie geboren? / Woher kommen Sie?
(Mein Geburtsort ist)... / (Ich geboren) in... / (Ich komme) aus...

7. Was ist Ihr Wohnort? / Wo wohnen Sie?
(Ich wohne) in...

8. Was sind Sie von Beruf?
Ich bin ... [sua profissão, por exemplo, Studentin].

9. Was studieren Sie?
Ich studiere...

10. Haben Sie Geschwister?
Ja, ich habe... / Nein, ich habe keine Geschwister.

11. Wie groß sind Ihre Familie? / Haben Sie eine große Familie?
Ex.: 4 Personen, ich, mein Vater, meine Mutter und mein Bruder. / Ja, ... / Nein, ...

12. Wohnen Sie bei Ihren Eltern?
Ja. / Nein, ... [discriminar, por exemplo, ich wohne allein oder ich wohne mit meinen Bruder].

13. Haben Sie deutsche Vorfahren?
Ja, ... [dizer o antepassado]. / Nein, (ich habe) keine (deutsche Vorfahren).

14. Haben Sie Familie/Freunde in Deutschland?
Ja, ... [informar o parente ou amigo]. / Nein, (ich habe) keine (Familie/Freunde) in Deutschland.

15. Haben Sie schon Erfahrung mit Kindern?
Natürlich, ich habe schon meine Cousins / die Kinder von Freunden und Verwandten betreut. [Mesmo se você não tiver experiência com crianças, acho válido dizer ao cônsul que você tem, rsrs, como eu fiz].

16. Mögen Sie Kinder?
Natürlich. [vide caso acima, rsrsrs].

17. Was machen Sie in Ihre Freizeit? / Haben Sie Hobbys?
[Bom, essa resposta é pessoal]. / Ja, ...

18. Können Sie Auto fahren? / Haben Sie einen Führerschein?
Ja. / Nein.

19. Können Sie Fahrrad fahren?
Ja. / Nein.

20. Wo wohnt die Gastfamilie in Deutschland? / In welcher Stadt wohnt Ihre Gastfamilie?
Sie wohnt in ... / Die Gastfamilie wohnt in ...

21. Was ist Ihre Gastmutter/Ihr Gastvater von Beruf?
Meine Gastmutter / Mein Gastvater ist ... (von Beruf).

22. Wie haben Sie Ihre Gastfamilie kennengelernt?
In der Seite ... [o nome do site, caso tenha conhecido pela Internet].

23. Warum möchten Sie nach Deutschland gehen?
Ich möchte Deutsch lernen.

24. Was machen Sie in Deutschland?
Ich arbeite als Au-pair.

25. Warum möchten Sie als Au-pair arbeiten?
Ich mag Kinder und möchte Deutsch lernen.

26. Wie lange lernen Sie Deutsch?
Zirka ... / Ich lerne schon ... [quantos dias, semanas, meses, anos] Deutsch.

27. Wo haben Sie Deutsch gelernt?
Ich habe Deutsch ... [resposta pessoal, ex.: in einem Sprachkurs, an der Uni, in der Schule] gelernt. / Ich lerne selbständig Deutsch [pra dizer que aprende sozinho(a)].

28. Wie lange bleiben Sie in Deutschland?
Ich bleibe schon ... [tempo de duração do seu intercâmbio, por exemplo, 12 Monaten] in Deutschland.

29. Wie heißt Ihre Gastfamilie?
(Meine Gastfamilie heißt) ... [sobrenome da sua GF].

30. Wie viele Erwachsene hat Ihre Gastfamilie?
Ex.: 2 Erwachsenen [Pai e mãe].

31. Wie viele Kinder hat Ihre Gastfamilie?
Ex.: 3 Kinder, x Mädchen und x Junge.

32. Wie groß sind Ihre Gastfamilie?
Ex.: 4 Personen [pode discriminar, por exemplo, o pai, a mãe, a menina, o menino].

33. Wie alt sind die Kinder?
(Sie sind) ... [e as idades das crianças] (Jahre alt).

34. Was machen Sie als Au-pair? / Welche Hausarbeiten sollen Sie tun?
Ich mache kleine Hausarbeiten: Wäsche waschen, kochen, bügeln, aufräumen und bringe die Sachen der Kinder in Ordnung.

35. Was sollen Sie mit den Kinder tun?
[Bom, resposta pessoal, já que será de acordo com o que a Gastfamilie queira que você faça com as crianças, como levar e buscar na escola, brincar com elas, etc].

36.Wenn Sie in Deutschland sind und Sie überfallen werden, was würden Sie tun? / Sie sind in Deutschland und wird gestohlen/überfallen, was machen Sie?
Ich rufe die Polizei.

37. Wenn Sie in Deutschland sind und etwas einkaufen möchten, wohin würden Sie gehen? / Sie sind in Deutschland und möchten etwas kaufen, was machen Sie?
Ich gehe zum Supermarkt.

38. Wenn Sie in Deutschland sind und Sie krank werden, was würden Sie tun? / Sie sind in Deutschland und werden krank, was machen Sie?
Ich rufe die Gastmutter an, dann, wenn sie sagt, gehe ich zum Artz/Krankenhaus.

39. Wenn Sie in Deutschland sind und das Kind sich verletzt,  was würden Sie tun? /  Das Kind fällt, was machen Sie?
Ich rufe die Gastmutter an, dann, wenn sie sagt, bringe ich das Kind zum Artz/Krankenhaus.

40. Wenn Sie in Deutschland sind und das Kind krank wird, was würden Sie tun? /  Das Kind ist krank, was machen Sie?
Ich rufe die Gastmutter an, dann, wenn sie sagt, bringe ich das Kind zum Artz/Krankenhaus.

41. Wenn Sie in Deutschland sind, an wohin Orte möchten Sie gehen? / Sie sind in Deutschland, wohin möchten Sie reisen?
Ich möchte nach [lugar que você queira conhecer] gehen.

42. Wenn Sie in Deutschland und möchten einen Brief an schicken,  was würden Sie tun? / Sie sind in Deutschland und  möchten einen Brief an schicken, was machen Sie?
Ich gehe auf die Post.

43. Was machen Sie wenn es brennt / Was machen Sie im Brandfall?
Ich rufe die Feuerwehr an.

Bom, essas são algumas perguntas que podem ser perguntadas, mas é claro que não serão todas. Espero que eu tenha ajudado!

Caso você não tenha passado na entrevista - que na hora mesmo você já fica sabendo - não se preocupe, você pode tentar quantas vezes quiser e quando quiser.

Caso você tenha arrasado no alemão, parabéns, agora é só aguardar de 8 a 12 semanas para seu passaporte chegar pelo correio - ou se você for buscar na(o) embaixada (consulado) - com o visto - se for pelo correio, não se esqueça de avisar quando estiver entregando a documentação, pois terá um valor de R$25,00! ;-)